FÓRUM DA AQUACULTURA EM MOÇAMBIQUE

"A aquacultura como pilar fundamental na geração de renda, criação de riqueza e valioso contribuinte para a segurança alimentar e nutricional de milhões de famílias moçambicanas e não só."

Aquacultura-Chicoa-Provincia de Zambezia

A procura mundial de pescado tem incrementado significativamente nas últimas décadas, principalmente devido ao crescimento populacional e da busca, pelos consumidores, por alimentos mais saudáveis. Neste contexto, a aquacultura surge como a alternativa mais viável já que a média dos volumes provenientes da captura de recursos pesqueiros selvagens permanece inalterável desde 1990. Segundo a FAO a produção mundial de pescado (excluindo plantas aquáticas) em 2014, alcançou 167,2 milhões de toneladas dos quais 93,4 milhões vieram das capturas no meio natural e 73,8 milhões da aquacultura, com valor estimado em dólares americanos, na ordem dos 160,2 bilhões. Moçambique dispõe de condições naturais favoráveis e um enorme potencial para a produção aquícola apesar do mesmo encontrar-se pouco explorado. A produção em 2016 foi de 1,000 toneladas aproximadamente, produzidas essencialmente pelo subsector de subsistência e pequena escala.

Ver mais

MODERADORES

executive

DR. RAGENDRA DE SOUSA

executive

DR. CLÁUDIA BAÚLE

executive

DR MIGUEL LANGA


PAINELISTAS

executive

PROF. DR. ANTONIO MUBANGO HOGUANE

executive

DR. SLOANS CHIMATIRO

executive

SR. ALTIMIR GREGOLIM


FORUM ORGANIZADO POR:

PARCEIROS: