logotipo titulo pt

VISITE-NOS

CONTACTE-NOS

Rua marquês de Pombal
     nº 285
 +258 (21) 325 087
 +258 (21) 357 100
 +258 (82) 307 4150

Aquacultura combate desnutrição em Moçambique

piscicultura22

O projecto “Promoção de Aquacultura de Pequena Escala” está a ser implementado em Sofala e Manica e já conta com mais de mil tanques piscícolas. Só em Gorongosa, mais 312 tanques já garantiram 102 toneladas de peixe. Um dos peixes produzidos, a tilápia, pode ser uma arma contra a desnutrição, devido às suas componentes nutricionais.

Clique aqui para ver mais sobre o assunto......

tp2tp3

 

Aquacultura gera empregos em Moçambique

piscicultura3

Projecto de Promoção de Aquacultura de Pequena Escala está a ser implementado em Sofala e Manica e deve ser base para desenvolvimento do sector. Beneficiários falam em melhoria financeira e alimentar.

O Governo moçambicano, através do Fundo Internacional de Desenvolvimento de Agricultura (FIDA), está a investir 3,4 milhões de dólares norte-americanos para potenciar a criação de peixes em tanques.

Clique aqui para ver mais sobre o assunto......

 

Propesca Impulsiona Comercialização de Pescado em Inhambane

motores2nv

A Direcção Provincial do Mar, Águas Interiores e Pescas de Inhambane, através do Projecto de Pesca Artesanal (ProPesca), procedeu a entrega de treze congeladores a igual número de mulheres envolvidas na revenda de pescado, o que ira ajudar a conservar o seu produto que antes era comercializado a preços baixos devido a falta de meios de conservação.

Os congeladores foram entregues em Nova Mambone e custaram cerca de 500 mil meticais e as beneficiárias comparticiparam em 50 por cento. Amélia José, é uma das beneficiárias desta acção.

radiopost

 

 

 

motores1motores

Projecta-se novo acordo de cooperação com Portugal

ministro port1

Um novo acordo de cooperação, abrangente e mais ajustado à actual orgânica do Ministério do Mar, Águas Interiores e Pescas de Moçambique e do Ministério do Mar de Portugal, deverá ser assinado este ano entre os dois países, segundo intenção manifestada nesse sentido pelos respectivos titulares, Agostinho Mondlane e Ana Paula Vitorino.

Num encontro havido dia 4 de Julho, no MIMAIP, no quadro da visita que a governante portuguesa efectuou ao nosso país, onde, igualmente, tomou parte na III Cimeira Moçambique-Portugal, os dois ministros entenderam ser importante e urgente dar uma nova roupagem ao texto do Acordo celebrado em 2014, pois limita, politicamente, os dois ministérios a actuarem somente no domínio das pescas e da aquacultura.

Saiba mais……

ministro portministro port2

Ocean Warrior Escala Maputo

barcofiscal1

Uma embarcação de fiscalização, denominada “Ocean Warrior”, escalou Maputo para trabalhos de fiscalização das águas jurisdicionais de Moçambique, no âmbito da 7ª Reunião Anual do Grupo de Trabalho do Fish-I-África, com vista a prevenir, impedir e eliminar a Pesca Ilegal, Não Declarada e Não Regulamentada em diversos países da região da África Oriental.

Para conhecer, pormenorizadamente, a embarcação, o seu funcionamento e as actividades que vem levando a cabo, o Ministro do Mar, Águas Interiores e Pescas, Agostinho Mondlane, acompanhado pelos participantes à Reunião do Fish-I-África, visita o “Ocean Warrior”, visitaram a embarcação.

 Saiba mais sobre “Ocean Warrior”.

 barcofiscal2barcofiscal

 

Prejuízos da Pesca Ilegal na África Ocidental estimados em 975 Bilhões

pesca ilegalnnnn

As atividades de pesca ilegais, não declaradas e não regulamentadas representam 37% das capturas da África Ocidental. Na opinião de Mamadou Goudiaby, Director das Pescas, estima-se em cerca de 1 bilião e 500 milhões de euros (975 mil milhões de FCFA) por ano.

Para mitigar tal perda, uma parceria foi assinada em Maio passado em Dakar entre a Comissão Sub-Regional de Pesca (SRFC), a Agência Europeia de Controle de Pesca (EFCA) e a Comissão de Pesca do Golfo da Guiné Centro-Oeste (CPCO ), tendo em vista a criação de um programa de melhoria da gestão das pescarias na África Ocidental (PESCAO).

O objectivo do programa (WACCP) é melhorar a gestão regional das actividades de pesca na África Ocidental, o estabelecimento de coordenação regional contra a pesca ilegal e a melhoria da gestão dos recursos pesqueiros.

Saiba mais…..( In Infopeche, Pg 2).